Back to the top

Visão e Metas

VISÃO E METAS

Visão de longo prazo

Integrar bolsistas, ex-bolsistas, mentores e apoiadores em comunidade de excelencia à qual todo politécnico deseje pertencer.

Perenizar esta comunidade estendendo o apoio a seus membros além da graduação. Atrair apoiadores e mentores que viabilizem esta visão.

Objetivo

O principal objetivo do projeto RETIBUA é oferecer bolsas e mentoria a jovens politécnicos em situação de vulnerabilidade socioeconomica ao longo de sua graduação na Escola Politécnica, garantindo que ingressem no mercado de trabalho com vantagem competitiva.

Além disso, pela exemplar divulgação de seu quadro de mentores, suas atividades e seus resultados, o projeto visa ampliar o numero de apoiadores, de jovens politécnicos atendidos e de mentores.

Metas
Maio a dezembro de 2018:

  1. Executar o programa 2018 de mentoria para os jovens bolsistas, garantindo qualidade da experiência tanto para os alunos como também para os mentores;
  2. Levantar indicadores consistentes de qualidade para que sejam norteadores de melhoria do programa para o próximo ano;
  3. Garantir visibilidade para o programa de mentoria por meio das redes sociais e blog, além de espaços formais de divulgação e grande mídia, de maneira a tornar o projeto atraente para novos mentores e apoiadores.

2019

  1. Aplicar as melhorias levantadas com o programa 2018 para que o programa de 2019 se consolide como um espaço qualificado de apoio ao bolsista AEP;
  2. Continuar com o levantamento periódico de indicadores consistentes de qualidade, norteadores de melhoria anual do programa;
  3. Consolidar o trabalho de visibilidade do projeto para aumentar o número de apoiadores e mentores e, dessa forma, alavancar a captação de bolsas;
  4. Aumentar o número de bolsistas em 30%, relativo ao número de 2018;
  5. Elaborar e divulgar o Relatório Anual de atividades, referente ao exercício de 2018.

 

2020

  1. Plano de melhoria contínua: aplicar as melhorias levantadas com o exercício de 2019 para a execução de 2019;
  2. Continuar com o levantamento periódico de indicadores consistentes de qualidade, norteadores de melhoria anual do projeto;
  3. Ampliar o trabalho de visibilidade do projeto para aumentar o número de apoiadores e mentores e, dessa forma, alavancar a captação de bolsas.
  4. Aumentar o número de bolsistas em 20% relativo ao número de 2019
  5. Elaborar Relatório Anual de atividades, referente ao exercício de 2019;
  6. Contratar via probono uma empresa certificadora para auditar o programa de concessão de bolsas (sugestão: pwc).